09:00 - 11:00

PAINEL DE ABERTURA

Leilões de Eficiência Energética no Brasil: Perspectivas, Regulação e Modelos para a Eficientização no Sistema Brasileiro

A Aneel realizou a Consulta Pública nº 7/2018 e que propõe um projeto piloto em Roraima, um Leilão de Eficiência Energértica. Inédito no Brasil, o “leilão às avessas” permitirá que vários atores concorram entre si pelo menor preço, por meio de diferentes carteiras de projetos de redução no consumo de energia, e estima-se, no cenário moderado, um potencial de eficientização de 4 MW médios anuais.

  • Quais as principais características e perspectivas do Leilão de Eficiência Energética?
  • Quais os modelos e oportunidades que o novo Leilão oferece?
  • Qual papel e regulamento esperado para o novo agente regulado, o ARC (Agente Redutor de Consumo)?
  • Quais métodos de medição e verificação são propostos que oferecem confiabilidade para o desempenho ótimo do programa?

Ailson de Souza Barbosa

Superintendente de Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética

ANEEL

CONFIRMADO ✓

Jeferson Borghetti Soares

Superintendente de Estudos Econômicos e Energéticos

EPE

CONFIRMADO ✓

Ricardo Lima

Sócio Diretor

TEMPO PRESENTE CONSULTORIA E ENERGIA

CONFIRMADO ✓

Marcel Siqueira

Gerente do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica - PROCEL

ELETROBRAS

CONVIDADO

MEDIAÇÃO

Alexandre Moana

Presidente

ABESCO

CONFIRMADO ✓

11:00 - 11:30

Coffee Break e Networking

11:30 - 13:00

PAINEL ESPECIAL

PEE (Programa de Eficiência Energética): Avaliação de Resultados na Gestão do PEE. Como tornar o PEE mais “eficiente”?

Em dez anos, o PEE (Programa de Eficiência Energética) utilizou-se de recursos da ordem de R$ 4 bilhões em ações que visam tornar cada vez mais eficiente o uso da energia elétrica em todos os setores da economia. Por outro lado, apenas 5% de todos os recursos do PEE foram aplicados na indústria. É possível reverter ou, pelo menos, equilibrar isso?

  • Avaliação de Resultados na Gestão do PEE. O que pode melhorar?
  • Procedimentos do Programa de Eficiência Energética (PROPEE) e regulamentações correlatas
  • Revisão e principais contribuições, seus impactos e perspectivas
  • Eficiência na aplicação dos Recursos
  • Como obter visão de negócios e apoio empresarial à projetos do PEE

PALESTRA INTERNACIONAL

Howard Geller

Executive Director

SOUTHWEST ENERGY EFFICIENCY PROJECT (SWEEP)

CONFIRMADO ✓

Frederico Rocha de Araújo

Membro da Diretoria | Conselheiro

ABESCO

CONFIRMADO ✓

Odailton Arruda

Gerente de Projetos de Sustentabilidade

ENEL

CONFIRMADO ✓

Mediação

José Otávio Simões

Diretor

ABESCO

CONFIRMADO ✓

13:00 - 14:15

Almoço no Restaurante Camauê no Hotel do Evento

14:15 - 15:45

FINANCIAMENTO

Recursos, modelos, alternativas e linhas de financiamento para projetos de Eficiência Energética

  • Gestão estratégica na execução e supervisão de projetos de eficiência energética: Resultados Práticos
  • Desafios técnicos e operacionais para a efetiva implementação de projetos de EE contratados na indústria, comércio, grandes consumidores e no setor público
  • Verificação do desempenho e garantia de eficiência energética: como mitigar riscos e resultados?
  • Gargalos comuns e como contorna-los nas fases de concepção, implementação e execução de projetos de EE

Venture Capital, Seed Money e mecanismos de fundos e garantias

Linda Murasawa

Sócia Diretora

FRACTAL

CONFIRMADA ✓

Linhas de Financiamento para AEE

Thiago Pinho Mardo

Gerente

Desenvolve SP - Agência de Fomento do Estado de São Paulo

CONFIRMADO ✓

White Certificates

Rinaldo Caldeira

Engenheiro e Pesquisador

IEE - USP

CONFIRMADO ✓

Mediação

Luis Ricardo Trezza

Diretor Executivo

ABESCO

CONFIRMADO ✓

15:45 - 16:15

Networking & Meetings - Reservamos aqui uma sessão especial que permite aos participantes se reunirem com empresas e executivos do evento, para a formulação de possíveis parcerias e desenvolvimento de negócios. Espaço exclusivamente reservado para reuniões livres, troca de informações e contatos sem interferir na programação da conferência.

16:15 - 17:00

CONTRATAÇÃO e CONTRATOS | FOCO NOS CUSTOS DE OPERAÇÃO

Compra correta considerando o custo de operação e não somente o custo de aquisição em projetos e produtos

Gastamos mais energia no Brasil para produzir o mesmo que outros países e um dos motivos é que precisamos comprar e contratar melhor! A palestra mostrará algumas razões do porque temos uma ineficiência maior e o que podemos fazer sem esperar por soluções mágicas, basicamente mudando algumas práticas inerentes ao modo de contratação no Brasil.

Leandro Ávila da Silva

Chefe CNEE - Centro de Negócios de Eficiência Energética

WEG

CONFIRMADO ✓

17:00 - 17:45

CONTRATAÇÃO e CONTRATOS | USO DO RDC

RDC (Regime Diferenciado de Contratação) para o Poder Público: Limites e potencialidades para aplicação em projetos de EE

Edinaldo Amaral

Sócio

Amaral & Paes de Andrade Advogados

CONFIRMADO ✓

17:45 - 18:30

CONTRATAÇÃO e CONTRATOS | OLHAR PARA A PERFORMANCE

Contratos de Performance e arranjos contratuais adequados ao Negócio em EE

  • Elaboração de contratos e arranjos eficientes e seguros para ambas as partes
  • Modelos de contratos, relacionamento e parcerias público e privados
  • Gestão de Riscos e como mitiga-los
  • SLAs em Contratos de Performance de Eficiência Energética

Eduardo Moreno

Presidente

VITALUX

CONFIRMADO ✓

Mediação

Pedro Cavalcanti

Diretor Presidente

MULTIEMPREENDIMENTOS

CONFIRMADO ✓

18:30 - 19:00

Premiação Concurso Cultural: Melhores Projetos de Eficiência Energética

19:00

Encerramento do 1º dia do COBEE 2018

09:00 - 11:00

CASES NBR ISO 50.001

Fomento da norma de Gestão de Energia nas Indústrias Brasileiras

Planejamento estratégico, medidas implementadas, indicadores de desempenho e resultados obtidos.

Estudo de Caso Bemis | A primeira indústria de embalagens no Brasil certificada em gestão energética pela ISO 50.001

Nilson Zenhan Nakazato

Engenheiro Corporativo | Especialista em Eficiência Energética

BEMIS

CONFIRMADO ✓

Estudo de Caso Baxter | A primeira indústria farmacêutica no Brasil certificada em gestão energética pela ISO 50.001

Tarciso F. Santos

Supervisor de Engenharia, Utilidades e Esterilização

BAXTER

CONFIRMADO ✓

Estudo de Caso Ternium Brasil | A primeira siderúrgica Integrada no Brasil certificada em gestão energética pela ISO 50.001

Claudio José Martins da Silva

Engenheiro Especialista em Eficiência Energética

TERNIUM

CONFIRMADO ✓

Mediação

Enio Akira Kato

Presidente do Conselho Consultivo

ABESCO

CONFIRMADO ✓

11:00 - 11:30

Coffee Break e Networking

11:30 - 12:30

CASE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM MOTORES

Potencial de Economia de Energia em Motores Elétricos Reformados na Indústria.

Estudo de campo realizado pelo SENAI que analisou uma amostra do parque de motores elétricos de corrente alternada em operação em diferentes seguimentos industriais, para identificar potenciais de economia de energia elétrica e a viabilidade econômica na substituição de motores reformados por motores de alto rendimento. O estudo está relacionado à nova portaria de motores assinada pelos três ministros (MME, MDIC e MCTIC) e que trata de níveis mínimos de eficiência para motores novos e também os recondicionados comercializados. A portaria coloca o Brasil em um seleto grupo de países que tem como rendimentos mínimos para os motores de indução trifásicos a categoria premium e esta ação será responsável por cerca de 5% da meta de redução de energia elétrica acordada na COP 21. (dados do MME).

Érika Líbero Bueno

Engenheira Eletricista Especialista em Energias Renováveis e Eficiência Energética

SENAI

CONFIRMADA ✓

12:30 - 13:00

INOVAÇÕES PARA COMÉRCIO E INDÚSTRIA

Soluções e Tecnologia em Eficiência Energética para Centros Comerciais e Industrias

Cases voltados a eficiência energética referente à compressores de ar e à ar condicionado no setor industrial

Soluções Energéticas em Sistemas de Ar Condicionado

Edson Ferrara

Energy Services Manager

TRANE DO BRASIL

CONFIRMADO ✓

Eficiência Energética em Sistemas de Ar Comprimido

Engº Alexandre Jordão

Gerente de Contas Estratégicas, AL

INGERSOLL RAND

CONFIRMADO ✓

13:00 - 14:30

Almoço no Restaurante Camauê do Hotel do Evento

14:30 - 16:00

PAINEL ESPECIAL

Geração Distribuída: Nova regulação, desafios e a intensificação de modelos de negócio rumo às tendências Smart

Independente do tipo de fonte, a Geração Distribuída ("GD") avançou muito com a RN ANEEL nº 482/2012 e depois com as profundas alterações no regramento, realizadas por meio da RN ANEEL nº 687/2015. De lá pra cá, a resolução passa, ainda, por nova consulta pública (CP 10/2018) que visam novos aprimoramentos das regras aplicáveis à micro e minigeração distribuída. Com a vasta expansão e crescimento da micro e mini geração distribuída no mercado, novas oportunidades e modelos de negócios sugiram e que podem beneficiar muito às empresas e à sociedade em busca de projetos energéticos mais eficientes e com economicidade mais atrativa. São os primeiros passos rumo às tendências Smart, que certamente evoluirão efetivamente para as Smart Grid e Smart Cities. Ao mesmo tempo, novos desafios e questionamentos surgiram. O regime traz muitas vantagens, mas também riscos operacionais-jurídico-regulatórios que devem ser cuidadosamente avaliados para garantir viabilidade e economicidade do projeto. Este painel abordará e debaterá exatamente sobre isso.

  • CP 10/ 2018 e o futuro da geração distribuída: Como as mudanças regulatórias impactam os negócios e projetos em GD.
  • Desafios societários e contratuais dos modelos de negócios para a atuação em GD.
  • Sinergias entre eficiência energética e energia solar fotovoltaica.
  • A visão do novo Proconsumer – Novo Agente.
  • Tendências Smart: Modelos de GD e sua evolução dentro do contexto dos Smart Grids e Smart Cities

Estudo de Caso luxCAIXA: Programa de Eficiência Energética Integrada da CAIXA

Kleyferson Porto de Araujo

Gerente Nacional de Infraestrutura e Patrimônio Próprio

CAIXA

CONFIRMADO ✓

CP 10/ 2018 e o futuro da GD: Como as mudanças regulatórias impactam os negócios e projetos em Geração Distribuída

Rodrigo Marcolino

Coordenador do GT de Geração Distribuída

ABSOLAR

CONFIRMADO ✓

Painelista

Fabiana Avellar

Diretora de Regulação Estratégica e Inteligência de Mercado

CPFL ENERGIA

CONFIRMADA ✓

Painelista

Paulo Cezar C Tavares

Sócio- Diretor Presidente

SOLENERGIAS

CONFIRMADO ✓

Mediação

Marcelo Sigoli

Diretor Técnico

ABESCO

CONFIRMADO ✓

16:00 - 17:00

NOVAS OPORTUNIDADES

Eletromobilidade, Metas da COP 21 e Potencial de Geração de Novos Negócios

O Brasil tem a missão de alcançar sua meta global de redução de emissão de gases de efeito estufa (GEE) cuja meta, estabelecida após a conferência climática de Paris (COP21), é de diminuir a emissão de GEE, até 2030, em 43% em relação aos níveis de 2005. Iniciativas como o programa Rota 2030 e recém regulamentação de recarga de veículos elétricos contribuem para o atingimento da meta e abrem portas para o mercado de híbridos e elétricos e, consequentemente, para a expansão da eficiência energética.

  • Normalização e regulamentação de requisitos para Eletromobilidade no Brasil
  • Modelos de negócio e projetos-piloto para a mobilidade elétrica brasileira
  • Estratégias e Políticas Públicas em curso
  • Experiências e projetos desenvolvidos
  • Potencial de geração de empregos em Eficiência Energética
  • Metas de EE para os usos finais de energia – Programa Brasileiro de Etiquetagem do Consumo

Estudo: Potencial de geração de empregos em Eficiência Energética

Alexandre Schinazi

Diretor Técnico

MITSIDI PROJETOS

CONFIRMADO ✓

Painelista

Marisa Zampolli

Engenheira e Especialista em Energia Sustentável

ICA – INTERNATIONAL COPPER ASSOCIATION

CONFIRMADA ✓

Painelista

Alexandre Travi

Engenheiro especialista em sistemas de recarga de veículo elétrico

BYD

CONFIRMADO ✓

Mediação

Nelson Pontes Simas

Presidente do Conselho Fiscal

ABESCO

CONFIRMADO ✓

17:30 - 17:45

Agradecimentos e Palavras Finais

17:45

Encerramento do COBEE 2018

Patrocinador Bronze

Patrocinador

Apoio Oficial

Empresa Parceira

Apoio Institucional

Mídia Parceira